Stella Leonardos

Stella Leonardos

Stella Leonardos (1923) é carioca. Sua obra poética filia-se à terceira geração do Modernismo e inclui os livros Geolírica (1966), Cantabile (1967), Amanhecência (1974) e Romanceiro da Abolição (1986). É também romancista, ensaísta, teatróloga e tradutora. Começou a publicar em 1940. Além de poesia, sua obra inclui romance e literatura infanto-juvenil, incluindo versões de clássicos.  Estudou Letras Neolatinas na Universidade Federal do Rio de Janeiro e fez curso de extensão universitária em Línguas Neolatinas na Universidade do México. No período de 1948 a 1961, publicou os romances Quando os Cafezais Florescem e Estátua de Sal. Em 1957, recebeu o Prêmio Olavo Bilac de Poesia pelo livro Poesia em três tempos, concedido pela Academia Brasileira de Letras. Nos anos seguintes produziu literatura infantil em prosa e verso, além de peças teatrais infantis. Entre 1942 e 1971, traduziu obras do catalão, espanhol, francês, inglês, italiano e provençal. Consta no levantamento de tradução poética 1960-2009 com Mársias e Adila (Monfort, 1965), do poeta catalão Agustí Bartra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *