Ramsés Ramos

Ramsés Ramos (1962-1998) nasceu em Teresina (PI), em uma família de músicos. Trabalhou nas Nações Unidas, em Brasília, como chefe do Cerimonial e de Relações Internacionais. Viveu também na Tchecoslováquia e na Espanha. Morreu na Rússia. Lançou seis livros de poemas: Dois Gumes (1981), com Rosário Miranda; Envelope de poesia (coletivo); Dança do caos (coletivo, 1981); Percurso do verbo (1987); Baião de todos (coletivo, 1996) e Poemas da paixão (Praga, 1992).  Aparece no levantamento de tradução poética com Folhas da Relva, de Walt Whitman (Plano Editora, 2001).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *