Maurício Arruda Mendonça

Maurício Arruda Mendonça

Maurício Arruda Mendonça (1964), nascido no Paraná, é poeta, escritor e dramaturgo. Entre as suas obras poéticas estão Epigrafias (2002); A sombra de um sorriso (2002); Eu caminhava assim tão distraído (1997). Escreveu uma dezena de peças teatrais. Foi professor de Teoria e História do Teatro e Coordenador da Escola Municipal de Teatro de Londrina (PR). Traduziu a antologia Trilha Forrada de Folhas, compilação e estudo da obra do poeta japonês Nenpuku Sato, o introdutor do haikai no Brasil (Ciência do Acidente, 1990). Com Rodrigo Garcia Lopes, traduziu Poemas, de Sylvia Plath (Iluminuras, 1991) e Iluminuras: gravuras coloridas (Iluminuras, 1993), de Arthur Rimbaud. Para o teatro, traduziu Molière, Tennessee Williams, Samuel Beckett, Sam Shepard e Tracy Letts.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *