Marcos Siscar

Marcos Siscar

Marcos Siscar (1964) nasceu em Borborema, cidade do interior de São Paulo. É professor do departamento de Teoria Literária da Unicamp, com doutorado em literatura francesa pela Universidade Paris VIII. Tem cinco livros de poemas publicados: Não se Diz (7 Letras, 1999), Tome seu café e saia (7Letras, 2001), Metade da Arte (CosacNaify/7Letras, 2003), O Roubo do Silêncio (7Letras, 2006) e Interior via Satélite (Ateliê, 2010). Tem poemas publicados em antologias no Brasil, Argentina, Espanha e França.  Traduz do francês. Sua reflexão acadêmica é vinculada às reflexões sobre a poesia brasileira contemporânea. Faz parte do comitê editorial da revista Inimigo Rumor. Traduziu Os amores amarelos, de Tristan Corbière; A rosa das línguas, de Michel Deguy (CosacNaify, 2004) e Os animais de todo o mundo (CosacNaify, 2006), esses últimos dois em parceria com Paula Glenadel, que também é poeta e professora de literatura francesa na Universidade Federal Fluminense (UFF).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *