Augusto Contador Borges

Augusto Contador Borges (1954) nasceu em São Paulo. Publicou os livros de poesia Angelolatria (Iluminuras, 1997), O Reino da Pele (Iluminuras, 2003) e A Morte dos Olhos (Iluminuras, 2007). Estreou com dramaturgo em 2007 com a peça Wittgenstein! Traduziu do Marquês de Sade Ciranda dos Libertinos (Max Limonad, 1988), A Filosofia na Alcova e Diálogos entre um padre e um moribundo, da coleção Pérolas Furiosas, da editora Iluminuras, além de  Aurélia, de Gerard de Nerval (Iluminuras, 1991). No âmbito poético, traduziu O nu perdido e outros poemas (Iluminuras, 1995), do poeta francês René Char.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *