Ana Cristina Cesar

Ana Cristina César

Ana Cristina Cesar (1952-1983) era carioca. Além de poeta, escreveu ensaios, crítica, e fez traduções. Seus poemas estão reunidos em Luvas de Pelica (1980) e em A Teus Pés (1982). Postumamente, além de Inéditos e Dispersos, seus estudos e reflexões sobre poesia e prosa moderna traduzidas foram reunidos em Escritos da Inglaterra (Brasiliense, 1988) e em Crítica e Tradução (Ática, 1999). Sua obra é cada vez mais reconhecida e estudada. Consta no levantamento de tradução poética com três poemas de Sylvia Plath na antologia Nova poesia norte-americana Quingumbo (Escrita, 1980) e poemas de Emily Dickinson, Zbigniew Herbert, Anka Kowalska, Czeslaw Milosz, Ryszard Krynicki e Adam Zagajewski na antologia Folhetim, poemas traduzidos (Folha de São Paulo, 1987).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *